Agradecemos sua Visita!
Curta Nossa Página Oficial
Curta ou compartilhe esta publicação
Inscreva-se em nosso Canal

Comemorações dos 129 da cidade de Santos Dumont

As comemorações dos 129 da cidade de Santos Dumont, interior de Minas Gerais contou com uma programação rica em incentivo patrimonial, valorização da história do município, literatura, cinema, música entre outros. Foram elas: Museu a Céu Aberto, FLISD (Feira Literária de Santos Dumont), iniciativas da assistência social e Mostra de Cinema de Santos Dumont.



Museu a Céu Aberto


A iniciativa “Museu a Céu Aberto“ foi realizada no dia 20 de julho e se deu em parceria da Fundação Casa de Cabangu com a Secretaria de Meio Ambiente, Turismo, Esporte e Lazer. O objetivo era tornar acessível alguns itens de exposição do Museu Cabangu dentro do município de Santos Dumont. Assim, possibilitamos o translado desses objetos para serem expostos na praça Cesário Alvim, no centro da cidade. O resultado foi um dia inteiro de exposição e visitação ao ar livre onde todos que passavam pelo centro teve o prazer de conhecer mais sobre a aviação e seu patrônomo Alberto Santos Dumont.




Primeira Feira Literária é realizada em Santos Dumont


A “I FLISD - Feira Literária de Santos Dumont” aconteceu em nossa cidade nos dias 24, 25 e 26 de julho. Foram cerca de 30 atividades realizadas em três espaços culturais, sendo o Sesc, a Biblioteca Antenor Ayres Vianna e o Centro Cultural Paulo de Paula. O tema da primeira feira literária foi “Pelas vielas, encontrei Celestina”, sendo o escritor homenageado Fernando de Alencar. “Celestina” foi o primeiro romance escrito pelo autor, que não era sandumonense, mas ambientou toda obra em nossa cidade, descrevendo ruas e paisagens conhecidas de nosso cotidiano.

Durante a I FLISD, conferimos diversas rodas de conversa, oficinas, comunicações e workshops, além de contação de histórias, exposições de fotos e ilustrações e apresentações musicais. A literatura foi o foco de discussão, abrindo espaço para outras manifestações artísticas, dando oportunidade para que diversas vozes locais pudessem se expressar.

Dois lançamentos de livros aconteceram na I FLISD, “Andante moderado, aquarela asiática”, de Fernanda Pittella, e “Coração Mecânico”, de Lucas Vieira. Dois standsde vendas foram montados, com presenças da Livraria Cad’Ore e da Phadalelê. Na abertura do evento, tivemos o início oficial da Exposição Fotográfica “Pelas vielas, encontrei Celestina”, com fotos antigas da cidade, recolhidas de diversos acervos históricos do município.

A I FLISD teve a curadoria de Alessandra Batista, Ayesha Luciano, Ana Maria Marques Dias, Munique Duarte, Sheila Naves e Tiago Guimarães e fez parte do calendário de comemoração dos 129 anos da cidade. Para 2019, já está sendo planejada uma segunda edição, mais ampla, com novos artistas convidados, para que a cidade continue sendo palco de debates literários e culturais.



Fazendo Acontecer


Uma ação da secretaria de Assistência Social na manhã do dia 27 de julho contou com os serviços de saúde, corte de cabelo, cadastro bolsa família, brinquedos, trenzinho e apresentações diversas. A ação enriqueceu as comemorações de 129 anos da cidade de Santos Dumont.



Mostra de Cinema de Santos Dumont


Realizada pela AMA-SD (Ação em Movimentos Artísticos de Santos Dumont) na noite do dia 27 de Julho, a Mostra está em sua 6ª edição. O maior objetivo é valorizar, fomentar e divulgar as produções audiovisual independentes local, regional, nacional e até mesmo internacional, que é o caso de um dos curtas metragem que foi exibido nesta edição. Com um público de quase 300 pessoas a 6ª Mostra de Cinema de Santos Dumont vem proporcionando uma reflexão, através de seus filmes, de temos contemporâneos tais como diversidade além de nos levar para o caminho da ficção, drama e até obras documentais.


As comemorações iniciaram no dia 20 de julho (aniversário de 145 anos do nascimento de Aberto Santos Dumont) e encerrou no dia 27 de julho (aniversário de 129 anos da cidade de Santos Dumont).



#AlbertoSantosDumont #SantosDumont #Literatura #Comemorações #AniversáriodaCidade

Hiram Lima da Motta (Professor)

Juiz de Fora, Minas Gerais

A arte é o oxigênio da alma. A frase pode parecer um clichê, mas é exatamente assim que percebo a manifestação artística. Todos nós, temos algum talento, um dispositivo para oxigenar a nossa alma. Alguns apresentam um expresivo dom... Outros resguardam se... Existem talentos ocultos em toda parte... E nesse horizonte, eu descubro um veículo fundamental... A estrutura ideológica e organizacional da ABAQUAR CULT.. Abrindo seu leque revelador, incentivador e consagrador da cultura de seu povo... As várias vertentes artísticas de Santos Dumont... Tem essa plataforma fundamental de aperfeiçoamento, desenvolvimento e consagração dos talentos samdumonenses... A ABAQUAR CULT evoluindo a cada ano... Revelando... Incentivando... Promovendo talentos de todas as expressões.

1 / 1

Please reload